[...] A arte é frágil, por isso, facilmente sucumbe ao poder da força bruta

Fui malhar estes dias na academia, e quando cheguei lá, o travesti que malha sempre no horário que eu malho, virou para mim e falou: "Oi Gatinho! Você está faltando muito na academia...Já faltou 3 dias consecutivos....Eu venho todos os dias para manter meu corpinho esbelto e tudo em cima...Vc é alto e tem tudo para ficar com um corpo bem gostoso"...Daí eu sorri e falei que tem muitos travécos pelo centro do Rio que tão com tudo caído e infestado de feiura, por isso, só arrumam clientes com programa entre R$ 1,00 e R$ 10,00. Ele disse que ainda pega programas com cachês altíssimos, mas além de malhar para ficar com tudo em cima, ele disse que faz musculação prol levantamento de pesos cotidianos, pois nas 4 paredes, o que mais aparece é cliente coroa com corpo peso pesado pedindo para levar chás de estocas piruzil no kú...Segundo ele, alguns não se contentam apenas com a entrada triunfal do nabo e dos bagos do prazer, mas exigem que ele (travéco) levante o cara para uma estocada flutuante subversiva da força da gravidade..."Gatinho! Alguém tem que fazer o cliente cair para cima, e esse cara sou eu ..por isso, eu malho e malho muito...De 20 clientes que passam por minhas mãos, 18 querem afetividade passiva e apenas 2 querem ser ativos...Para eu ter minha rôsca abensonhada, preciso rezar e torcer muito a cada raiar de uma nova manhã...o importante é a grana e o pão de cada dia entrar no dia a dia da sexualização se fazendo vida e vida se fazendo sobrevivência lúdica"...(Palavras do malhador travestiano psicografadas por mim). Por que será que o travéco tá tão interessado na minha pontualidade e regularidade sistemática prol músculos em movimento?...Ele quer flutuar...rs...Mas, não sou nem água nem navio..sou apenas Joe...frágil artista, pois a arte é frágil...facilmente sucumbe ao poder da força bruta. Joe.

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.