Papeando com minha diva dos olhos azuis na terra que mana tupi e açaí e tucupi e guarani, conversamos sobre a força ideológica das aparências. Segundo ela, uma pessoa virou para ela outrora e alegou que pessoas que usam brincos e tatuagens não são pessoas confiáveis e dão impressão que são malandras, vagabundas, preguiçosas e afins. Pegando carona no fluxo do assunto, expus sobre o meu amigo Daniel Santos (Daniel Batera). Em Fevereiro de 2001, o Daniel Batera caiu de pára-quedas no Campus da Fabat no Rio de Janeiro cheio de brincos e tatuagens espirituosas com o signo de 777. Veio morar no Rio e estudar em condições precárias. Para sobreviver se alimentando e pagando as mensalidades + moradia, ele precisou alugar uma sala para lecionar bateria para alunos que seriam enviados por Deus, pois nem clientela ele tinha..ele precisou construir\cativar uma clientela. Daniel trabalhou duro durante os 4 anos que viveu lá...Depois, saiu do CAMPUS, se casou, gerou filha e sempre vem trabalhando duro em parceria com a esposa musa White (Doceria White) para sustentar a casa e a pequena Débora (Debora White Batera). Uma vez ele escreveu no facebook: Apesar das despesas e dificuldades, nunca me faltou o pão de cada dia, pois Deus supre a cada raiar de um novo dia...Daniel Batera não é o melhor baterista do Brasil (existem muitos outros melhores que ele), mas qualquer baterista profissional ou não profissional no Brasil (eixo Rio-São Paulo e afins) conhece o Daniel....É um cara super dedicado e muito bem articulado nos contatos no metier musical...Fuça, faz cursos de marketing, pesquisa, promove eventos...é um EXEMPLO DE GENTE QUE FAZ....Um GRANDE Exemplo de que AS APARÊNCIAS ENGANAM....rs...Daniel contém Tatuagens portadoras de honestidade convincente, por isso, emito meu respeito e reconhecimento ao empenho prol baterianismos sustentáveis. Valeu..abraços..Joe

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.