Tava agora há pouco na Glória\Catete papeando com duas colegas de filosofia e uma delas falou: É Joe! Eu era uma mulher de bem com a vida...curtia as baladas....inventei de casar...o cara me marca em cima....fica me ligando toda a hora..pergunta com quem vou sair...viajar sozinha? é um Deus nos acuda pq ele fica todo ouriçado e alucinado de frescuras....Ele sai para as baladas dele.. e eu nao perturbo ele...mas comigo, é esta apurrinhação.... Eu mandei a real para ela dizendo: Na modernidade, as mulheres só são dominadas pelos maridos se elas quiserem ou tiverem rabo preso, pq se elas tiverem emprego fixo se auto-sustentando, na primeira exclamação de babaquice retórica máscula, ela atura, mas na segunda encheção de saco, a mulher mete o pé na bunda do cara e manda ele plantar o coquinho. A MULHER DÁ PRA QUEM ELA QUER...Nenhum homem é dono das bucetas de namoradas, esposas, amantes, etc....A mulher tem autonomia..o homem também....Agora se a mulher for rabo preso (financeiramente) do homem, aí fudeu tudo, porque poder, é possibilidade de controle em todas as suas potencialidades de algemas..... Todo relacionamento afetivo é risco...o amor comporta a possibilidade de riscos...a gente convive..vai levando e administrando....mas se rolar, rolou...e daí? Vai segurar química entre dois corpos? Vão castrar a química ? É como querer tampar o sol com a peneira... Daí vem alguns moralistas em nome de "princípios", bla bla bla bla, dizem que eu sou promíscuo e libertino....repreendo estes sem o nome de Jesus alegando que só mando a real do cotidiano do cotidiano....Quem tem ouvidos sensíveis, escute os sinos do risco em todas as instâncias da vida....Nem só de pão e rotina vive o homem e a mulher, mas de aventuras e fantasias além dos muros das algemas... Joe...

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.