Ontem fui à praia. Fui agraciado pela água com temperatura morninha e chuviscos abensonhados. No retorno, embarquei no metrô em Copacabana. Lá estou eu concentrado lendo Mitos, Emblemas e Sinais do Carlo Ginzburg e de repente, na estação Botafogo, entrou um mulato (beirando a negão mesmo) todo estiloso, bem vestido de calça Jeans e camisa Sport, tênis na moral, Galaxy na mão, mas trazendo uma catinga de murrinha de suvaco do cassete. Minhas lentes históricas travaram-se todas...Não consegui ler mais nada e só não me levantei bruscamente fazendo cara nhéeeeeeco\êeeeeeeeca, para não ser acusado de racismo sabatino o que me levaria a uma defesa jurídica em contra suvaquismo anarquista...Ginzburg, ficou para a posteridade de outro embarque... Buceta fedida mal lavada, piru com sabor de cascão, cu fundo\cu sujo, mau hálito com vento de bafo de onça, catinga de suvaco e suor de gambá, são alguns pecados abomináveis, por isso, imperdoáveis nos porões do corpo Templo do Espírito Santo da ternura e da luxúria. Não adianta andar com roupas de marca e perfume importado, se dentro de si mesmo, houver exportações de Gramacho odoríficos sinistros e imprevisíveis.... Joe...

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.