Internauta ficou chocada ao ler numa biografia que o Nietzsche ficou malucão e por isso, andava peladão pelos labirintos da casa dele e falava alto e as vezes gritando muito: Joe comenta: Eu também danço pelado, falo sozinho... e aliás, é um ótimo exercício para a testabilidade interativa entre todos os alter egos, todos heterônimos, anjos e demônios que habitam e co-habitam dentro de nós mesmos....Onde estiverem dois ou três reunidos em nome do Sagrado, ali o Sagrado se fará presente...Não foi assim que ensinou Jesus? Fecha a porta do teu quarto e em secreto fala com o sagrado usando a criatividade pela manipulação da afetividade....Cada um é cada um...Na nudez dançarina há plenitude de alegria...Eu acredito num Deus que dança, escreveu o próprio, de preferência segundo os moldes do Paraíso perdido...Toda nudez será resgatada em forma de arte lúdica pela convergência entre a loucura e a ternura....Nietzsche manjuboso, rs, devia ser uma delícia de potência afetuosa....Se o biógrafo foi criativo e sensuoso nas palavras, é digno emitirmos clap clap clap para ele.. Lembre-se que os biógrafos são manipuladores de informações....Eles costumam pela arte da fé de mostarda lúdica e sensacionalista, colocar montanhas onde não há ...Dançar pelado num quarto, falar em alta voz, qualquer estudante de teatro ou ator profissional faz isso costumeiramente\cotidianamente.....É tão natural como efetuar uma boa masturbada...Já pensou se um biógrafo entrasse no meu quarto e visualizasse como eu manipulo o meu fagotão de forma exótica e escrevesse sobre a minha técnica de ensaios afetivos coreográficos até dar aquela gozada na cena final?...Nego iria se borrar de rir da minha exoticidade afetiva....E se me visse eu transando com uma diva\cabrita porra louca e colocasse no youtube as cenas intensas e obscenas efetuadas por minha magia secreta de domínio de montagem afetiva? Esses biógrafos sensacionalistas....São = paparázis e agentes da midia...É preciso separarmos o público do privado....Uma coisa não anula a outra.... Observação: Estou pelado enquanto redijo estas eróticas palavras...Quem não tem direito à privacidade, que atire a primeira pedra...E se eu estiver louco? Alguém tem alguma coisa a ver com isso? Dê ao biógrafo do Nietzsche o direito à imaginação volitiva para ele fantasiar os gritos, berros e delírios de júbilo... Diz o vidente bíblico, que Deus conhece o coração...Não é isso?? Joe

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.