Raramente quebramos a perna quando subimos trabalhosamente na vida (Nietzsche)

Uma vez ouvi a história de um homem que ao chegar num dos aeroportos na América do Sul, fez quizumba, pois foi invasivo e emitiu palavras de mal criação. Quando os seguranças do local foram repreender e conter aquele sujeito marrento, arrogante e mal educado, ele simplesmente disse que era filho do Picasso, por isso, podia fazer aquela teatralização pela não-gentileza das palavras. Me lembrei de uma das passagens em que o filósofo Ortega y Gasset escreveu assinalando que um grande feito de um homem dignifica o pai deste homem. Um grande grande feito, dignifica o avô deste homem. Um grande, grande, grande feito, dignifica o bisavô deste homem e assim segue retroativamente a dignificação genealógica em honrarias no fluxo sempre para trás, JAMAIS para frente. Quem vem depois, precisa conquistar no fluxo do ser estar aí no mundo na esteira do PARA FRENTE. A dignificação sempre é para trás, e jamais para frente para que evitar a frouxidão e acomodação na esteira da vida. Portanto, mãos a obra para todos nós....Trabalhemos para dignificar nossos ancestrais... Sou filho do Picasso...E daí? Sou filho do Lula...E daí? Sou filho do Romário...E daí? Sou filho do professor titular\reitor da Universidade de Oxford\Heidelberg\Cambridge....E daí?? Sou filho do Tom Jobim...E daí??? Raramente quebramos a perna quando subimos trabalhosamente na vida, mas quando optamos por tomar caminhos fáceis, escreveu o filósofo Friedrich Nietzsche... Abraços do Joe...o ralador sem vida mansa e sem berço de ouro...

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.