O açougueiro e o invisível

O açougueiro e o invisível
Por Joevan

Em Gálatas 5.16 está escrito: Andai no Espírito e jamais satisfareis os desejos da carne.
Obras ou desejos da carne no texto original no grego significa toda e qualquer ação humana na tentativa de alcançar a Deus pelo próprio esforço. Não devemos se estressar porque o Espírito é dele, por isso, ele vem até nós, porque Ele deseja alcançar-nos. Devemos aceitar essa invasão de Deus em nossas vidas, porque essa permissividade dá ao Espírito a liberdade de quebrar as nossas correntes afetivas que nos aprisionam, com isso, somos responsáveis pela manutenção dessa liberdade. Pecado é não desfrutar dessa liberdade, desse banquete, desse mar de vida em abundância.
Santificação implica em permitir a ação do Espírito na totalidade do nosso ser. Quando excluímos Deus desse jogo e tentamos com nosso próprio esforço alcançar patamares mais elevados de espiritualidade, quebramos a cara, porque nos deparamos com as nossas fragilidades. Lembre-se da célebre frase de Jesus: sem mim nada podeis fazer.
No famoso livro de Nietzche ASSIM FALOU ZARATHUSTRA, ele cita um trecho no qual menciona as três metamorfoses do espírito: O camelo que se transforma em leão, que posteriormente se transforma em criança. O camelo é animal de carga, que carrega pesos, no entanto, o leão é o rei da selva, seu slogan é: LIBERDADE, já a criança é sinônimo de brincadeira, de ausência de relógio, ela quer desfrutar de todos os momentos e dane-se o tempo.
Ser adepto do MOC (movimento obras da carne) é viver uma vida de camelo, é chato porque carregaremos um peso da insatisfação devido as nossas tentativas frustradas devido as nossas limitações e imperfeições. É preciso aderir ao projeto CARA DE LEÃO porque lá o logotipo é LIBERDADE. Aconselho ainda a aderência ao MOVIMENTO CRIANÇA ESPERANÇA, porque nele não rola stress, porque não tem os demônios dos relógios, os maus espíritos da preocupação paranóica, os fantasmas do medo de ser menos espirituais e a corrida desesperada na busca do troféu “MAIS SANTIDADE”. Nesse universo rola sim a esperança do prazer contínuo. Quem não se tornar como criança jamais entrará no Reino do céu.
É simples, deixe de lutar contra a ação do Espírito, se jogue nos braços do Pai e você vai cantar e experimentar o vôo da liberdade, mas cuidado pra não se afobar com sua soberba e vontade de se gabar pra chegar na portinha do céu suando nos ares, confiando na sua própria habilidade de voar de asa delta. Se liga, você pode cair deitado com a cara no chão sujeito a zoações dos seus próprios “amigos”. Quem sabe, a sua alto estima pode ser deletada para sempre devido ao “mico que pagarás”.
Deus é Espírito, e onde há o Espírito há a liberdade, Espírito no grego é PNEUMA, PNEUMA é vento. O vento sopra onde quer, ninguém sabe de onde ele vem e nem para onde ele vai. Deixe todas portinhas do seu ser abertas, porque ele pode chegar a qualquer momento pra te dar o troféu da LIBERDADE. Deus é imprevisível, Deus é liberdade, Deus é indomável.

Autoria: Joeblack Joevan Caitano(joevex@hotmail.com)

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.