Você é luz do mundo?

Abrir uma janela é uma condição necessária para que a luz solar ilumine uma sala, mas essa necessidade é apenas uma condição e não a causa suficiente da iluminação solar. A causa suficiente está presente e existe lá fora, mas a condição necessária faz com que a causa suficiente também funcione no interior da sala, iluminando-a.

Porque as obras que eu faço não sou eu (ego) que as faço, mas é o Pai em mim (Eu) que faz as obras; de mim mesmo (ego) nada posso fazer, sendo que eu e o Pai somos um, eu estou no Pai e o Pai em mim. Todo homem, no seu íntimo que é essa realidade, mas ignora ou desconhece que o é, não tem consciência desta presença do Pai nele. Quando o homem se realiza, passa da inconsciência da presença do Pai nele para a consciência dessa presença. Vós sois a luz do mundo, mas esta luz pode estar dentro do armário, da sua inconsciência, entretanto, quando tira-se esta luz, que ele é, de dentro do armário, do opaco da sua ego-ignorância, e a põe em cima da mesa, da sua Eu-sapiência, o homem ego conscientiza o homem-Eu e deste modo se realiza, conscientizando a Realidade Potencial do tesouro oculto e fazendo dessa Realidade potencial uma Realidade atual, um tesouro manifesto.

Ninguém se torna o que não é, mas o homem se torna atualmente conscientemente, o que ele já é potencialmente, inconscientemente. Deus me deu a criatividade, portanto, eu me faço uma criatividade. Deus me fez o menos possível para que eu possa criar o mais possível. O livre arbítrio é o poder da auto-realização, da autocriatividade, da auto-interdependência de Deus. Quando o eu do livre-arbítrio chega ao máximo, o ego da escravidão desce ao mínimo. A luz brilha nas trevas mas as trevas não podem prender-nos. No homem, a luz pode ser representada pelo Eu, máximo em qualidade, mínimo em quantidade; ao passo que a matéria é representada pelo ego, máximo em quantidade e mínimo em qualidade.

Nenhum homem pode descobrir Deus, mas Deus pode descobrir o homem, se ele permitir. Nenhum canal pode criar a fonte, mas a fonte pode fluir através dos canais, se estes estiverem devidamente evacuados para receber as águas da fonte. Quando o homem faz de si, do seu ego, suficiente vacuidade, a plenitude da fonte (Deus), plenifica a vacuidade dos canais (nós). Todo o segredo da auto realização, da redenção, da iluminação, está no fato de o homem estabelecer em si total ego-vacuidade e então a plenitude divina flui para dentro dessa ego-vacuidade.

Deus resiste aos soberbos (egos-plenos), mas dá sua graça aos humildes (egos-vácuos). Para ser luz do mundo é preciso humildade e permissividade. Cante: ABRA TODAS AS FONTES DO MEU SER E FAZ CHOVER A PLENITUDE LUZENTE DE DEUS.

Joevan Caitano (Joeblack)
joeblack.blog@gmail.com

0 Comments:

Post a Comment




 

Copyright 2007 | Blogger Templates por GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by André Monteiro.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.